Edilson

TEMAS


Edilson



Começou a carreira profissional no Industrial de Santa Maria de Jetibá-ES em 1987, acompanhando seu irmão mais velho que era um jogador de futebol conhecido. O time era amador e disputou apenas um campeonato, sendo logo em seguida extinto.

Depois foi para o Tanabi no interior paulista, quando um "olheiro" do Guarani o viu jogar e o levou para o clube campineiro, onde se profissionalizou.

O técnico era Fito Neves que lhe conhecera na Bahia e o apoiou bastante, colocando-o no time titular logo na primeira partida do Campeonato Paulista de Futebol de 1992, contra a Portuguesa de Desportos do craque Dener.

Seis meses depois o Palmeiras, patrocinado pela companhia italiana Parmalat, o contratou. E nesse time ele obteve grande destaque nacional, sendo bi-campeão Paulista, do Rio-São Paulo e do campeonato Brasileiro.

Pelo Palmeiras também, marcou segundo o próprio jogador, o gol mais bonito de sua carreira, contra o Corinthians.

Transferiu-se ao exterior, defendendo o Benfica (Portugal) em 1995 e o Kashiwa Reysol-JAP.

Voltou ao Brasil em 1997 para o Corinthians. Também vestiu as camisas de Flamengo, Cruzeiro, Vitória, Al Ain-EAU e São Caetano.

Na vitoriosa carreira, o "Capetinha", assim apelidado após sua passagem pelo Palmeiras, colecionou vários títulos na carreira: o tricampeonato Paulista, o Campeonato Carioca, o Torneio Rio-São Paulo, sendo tricampeão brasileiro, conquistando o Mundial de Clubes da FIFA, Campeonato Baiano e a Copa do Mundo de 2002.

Em 1998 foi contratado pelo Corinthians e brilhou no Brasileirão do mesmo ano conquistando o 2° titulo nacional para o timão.

Em 99 conquistou pelo Corinthians o Campeonato Paulista onde proporcionou uma batalha dentro de campo após fazer embaixadinhas e parar a bola na nuca na frente dos palmeirenses.

Conquistou o Brasileiro de 99 sendo um dos principais jogadores do elenco, formando um ataque excepcional junto com Luizão (que conhecia dos tempos do Guarani) e Marcelinho Carioca.

Em 2000 veio a conquista do titulo mundial quando Edilson fez um jogo memorável contra o Real Madrid: marcou 2 gols, um deles o mais bonito de sua carreira, onde ele colocou a bola entre as pernas do zagueiro Karembeu e chutou forte.

O jogo terminou em 2 x 2. Na final o Corinthians venceu o Vasco da Gama nos penaltis. Com a desclassificação do Corinthians da Libertadores em 2000, novamente pelo rival Palmeiras, o jogador acabou deixando o clube numa saída turbulenta.

Perto do fim de sua carreira, chegou a jogar no Vasco da Gama, Nagoya Grampus (Japão) e, novamente, Vitória.

Temas de Trabalhos

- Esportes
- Futebol
- Presença Vip