Ruy Ohtake

TEMAS


Ruy Ohtake



Formou-se em arquitetura pela Universidade de São Paulo em 1960.

É reconhecido tanto no cenário nacional, como no internacional, como um dos proeminentes arquitetos, cuja obra tem sido referência, além de motivo de estudos e análises para trabalhos de graduação e pós-graduação de estudantes brasileiros e europeus.
São suas características, a exuberância criativa, a vontade de inovar, acreditando na contemporaneidade, como fator artístico, arquitetônico e urbano.

A presença de sua obra no espaço urbano é marcante, podendo ser facilmente reconhecida. Consequentemente, ela é apreciada não só por arquitetos, professores e intelectuais, mas por pessoas das mais diferentes origens e formações.
As questões urbanas e sociais estão presentes em preocupações e formulações de projetos. Sua trajetória inclui vários trabalhos com esse enfoque.

Foi vencedor de diversos concursos de arquitetura, além de receber importantes prêmios, que se constituem em um reconhecimento de suas propostas, valorizando a arquitetura e a cultura nacionais, manifestações que se tornaram muito significativas nos últimos 50 anos.
Sobre suas obras foram editados livros e ensaios, com textos elaborados por estudiosos, críticos e historiadores e professores de arquitetura, além de jornalistas especializados no cotidiano urbano.

Principais Projetos no Exterior

1981
-Tóquio / Japão - Embaixada do Brasil
-Tóquio / Japão - Residência do Embaixador, em Yoyogi
1982
-Guayaquil / Equador - Estádio de Futebol
-Santo Domingo / República Dominicana - Resort Las Americas
1990
-Osaka / Japão, Pavilhao São Paulo na Expo 90
1995
-Washington / Estados Unidos - Jardins e Museu Aberto da OEA
2006
-Barcelona / Espanha - Hotel (colaboração)

Prêmio / Concursos / Mostras / Atividades

1963–1964
-Professor assistente da cadeira de Composição da Faculdade de Arquitetura Mackenzie.
1964
-Menção – VIII Bienal Nacional de Arquitetura
RESIDÊNCIA ROSA OKUBO
1965
-1º lugar (em equipe) – Concurso Nacional
ESCOLA TÉCNICA FEDERAL
1969
-Menção – X Bienal Nacional de Arquitetura
RESIDÊNCIA CHIYO HAMA

1976
-Prêmio no IX Congresso Brasileiro de Arquitetos, organizado pelo I.A.B.
PARQUE ECOLÓGICO DO TIETÊ
HOTEL SÃO PAULO RENAISSANCE
1979 a 1981
-Presidente do CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado
1988
-1º Prêmio – Concurso - Secretaria do Menor do Estado de São Paulo
PROJETO CLUBE DA TURMA
1991
-Representante do Brasil na Bienal de Veneza – V Mostra Internacional de Arquitetura – Veneza, Itália.
1992
-I Bienal Internacional de Arquitetura, Recife. Centro de Convenções de Pernambuco.

Temas de Palestras

- Arquitetura e Decoração
- Planejamento e Estratégia
- Criatividade e Inovação
- Empresários / Executivos de Sucesso
- Sustentabilidade / Meio Ambiente