Eduardo Biavati

TEMAS


Eduardo Biavati



Eduardo Biavati é Mestre em Sociologia (UNB) , escritor e especialista em educação e segurança no trânsito. Biavati implementou e coordenou por mais de uma década o Programa de Prevenção de Acidentes de Trânsito da Rede ARAH de Hospitais de Reabilitação.

Desde 2004, dirige a Em Trânsito Consultoria, empresa especializada em projetos de educação, treinamento e capacitação de gestores e produção de campanhas públicas. A Em Trânsito atua, ainda, na área de segurança e saúde corporativas.

Foi membro titular da Câmara Temática de Educação e Cidadania do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), no biênio 2010-2011.

Entre 2005 e 2009, Biavati foi consultor técnica da CET-SP. Em 2012, atuou como consultor do DETRAN/RS e atualmente presta serviços de consultoria em educação e segurança no trânsito para a Prefeitura de São José dos Campos/SP.

Em 2007, Biavati lançou o livro “Rota de Colisão – A cidade, o trânsito e você” (Berlendis & Vertechia Editores), em co-autoria com a historiadora Heloísa Martins, dirigido para jovens e para o público adulto em geral.

Palestra

A regra, a Transgressão, o acidente!

Repensando valores e atitudes no trânsito

Apresentação

A formação de uma conduta de autocuidado nos ambientes de trabalho e na vida em sociedade é um dos maiores desafios contemporâneos.
! Lidamos mal com o risco nas diversas dimensões de nossas vidas e isso aponta para a necessidade de repensar os valores que orientam nossas atitudes.
! Reunindo a experiência de mais de uma década à frente do Programa de Prevenção de Acidentes de Trânsito da Rede SARAH de Hospitais, rede de referência internacional em ortopedia e reabilitação, o sociólogo Eduardo Biavati transforma as histórias dos pacientes, incapacitados físicos, vítimas do trânsito, em ponto de partida para um novo olhar sobre a fragilidade do corpo e sobre as escolhas e suas consequências.

Objetivo geral

Promover a reflexão sobre a transgressão das regras no trânsito e sensibilizar para uma atitude de autocuidado sobre duas rodas e proteção da vida.

Metodologia

Os conteúdos são apresentados em uma palestra intercalando-se a exposição oral dos conceitos com vídeos e esquemas visuais.

Histórias de vida reais, depoimentos de vítimas, e esquemas visuais conferem à apresentação grande impacto emocional e promovem uma efetiva reflexão e aprendizagem das condutas de segurança.

A ideia central é demonstrar que as condutas no trânsito e principalmente nossas transgressões às regras mais simples colocam em grande risco a FRAGILIDADE DO CORPO HUMANO. Uma consequência dessa fragilidade é o alto número de mortes, mas muito mais vítimas sobrevivem aos acidentes. O foco da palestra é falar desse grande grupo de pessoas que ficam para contar a história, muitas vezes com sequelas irreversíveis e gravemente incapacitantes.
A palestra está dividida em três momentos:

- A Década Mundial de Ação pela Segurança no trânsito - responsabilidade de todos - 10 min
- Entre mortos e feridos: para entender o risco no trânsito - 20 min
- Atitudes de segurança
- Cinto de segurança, capacetes, cadeiras infantis - 15 min

A estratégia de sensibilização é demonstrar como certas escolhas de ação no trânsito (o uso do capacete, o posicionamento na via, o consumo de bebidas alcoólicas, a velocidade, o uso do celular) podem resultar em uma alteração irreversível do tempo da vida, enfatizando-se a incapacitação física definitiva.

Recursos técnicos

O emprego intensivo de recursos audiovisuais tem alta importância para a realização e eficiência da palestra. São necessários os seguintes recursos:
- Telão para projeção de imagens,
- Projetor de imagem (datashow)
- Sistema de áudio

Temas de Palestras

Escritores / Autores
Sipat / Segurança no Trabalho