Lyoto Machida

TEMAS


Lyoto Machida



Lyoto Machida, é um lutador brasileiro de MMA e Karatê filho de pai japonês e de mãe brasileira. É um ex-campeão dos meio-pesados do UFC e, desde Quinton Jackson, foi o único campeão a conseguir defender seu cinturão com sucesso na categoria (feito, hoje, repetido por Jon Jones). Lyoto esteve invicto no MMA até a segunda luta com Maurício Shogun Rua e detinha o melhor cartel de qualquer lutador atuando profissionalmente, com 16 vitórias e nenhuma derrota.

Lyoto possui notáveis vitórias sobre diversos atletas respeitados no esporte: Stephan Bonnar, Thiago Silva, Ryan Bader, Tito Ortiz, Rich Franklin, BJ Penn, Rashad Evans, Maurício Rua, Dan Henderson e Randy Couture. Lyoto é conhecido como "The Dragon" e é considerado, pelo respeitado website Sherdog, o quarto melhor lutador de MMA de sua categoria (meio-pesado).

Machida utiliza um estilo diferenciado de Karatê, apelidado de Karate Machida, que implementa uma posição larga Shotokan e uma estratégia de esquiva. Trata-se de uma ramificação (ou filtro) do amplo estilo Shotokan voltado para Mixed Martial Arts (MMA). Em 23 de maio de 2009, Machida ganhou o cinturão dos meio-pesados do UFC, do até então invicto Rashad Evans, com um nocaute no segundo round. Perdeu na revanche contra o brasileiro Maurício Rua, e perdeu para Jon Jones no UFC 140 em Toronto, Canadá.

Filho do mestre em Karatê Yoshizo Machida. Aos três anos de idade Lyoto iniciou seus treinamentos com seu pai, que adaptou o estilo do Karatê Shotokan criando uma metodologia de treino, hoje apelidada de Karate Machida. Aos 13 anos Lyoto se tornou faixa preta.2 Também começou a treinar sumô aos 12 anos e a arte marcial brasileira Brazilian Jiu-Jitsu aos 15 anos. Ganhou um número de torneios amadores de Karatê, incluindo o torneio de Karatê Pan-Americano de 2001.

Foi o vice no campeonato Brasileiro de Sumô de 2000 na divisão de 115 kg. Já adulto, Lyoto foi bicampeão brasileiro e vice-campeão no Campeonato Sul-americano. Além de seu sumô e realizações de karatê, ele tem um diploma universitário de Educação Física. O irmão de Lyoto, Chinzo Machida foi vice-campeão mundial de Karatê Shotokan (Austrália 2006), perdendo apenas para o número um do ranking o mestre Koji Ogata.

Lyoto e Chinzo lutaram em uma final Karatê há 10 anos em que Lyoto deu a Chinzo uma cicatriz no rosto que ainda hoje é visível. O mestre Yoshizo, pai do Lyoto, diz que a rivalidade entre os dois irmãos foi determinate para o sucesso dos dois. Seus outros irmãos são: Kenzo Machida, um jornalista de TV , Take Machida e Francisco Machida.

Atualmente Lyoto integra a equipe Black House ao lado de Iago Barros Morales, Otávio Guimarães Fetter, Luiz Massaro Rodrigues, Antonio Soares de Oliveira, Caio Brombila Conceiçao, Lucas Grill, Otávio Grill, dentre outros.

Na faculdade, Lyoto Machida conheceu o japonês e empresário Antonio Inoki. Após ver o potencial do Lyoto, Inoki o levou para o Japão como um protegido dizendo que da maneira certa Lyoto se tornaria uma estrela. Machida começou a aprender Muay Thai na Tailândia e wrestling na New Japan Pro Wrestling Dojo em Tóquio. A mídia japonesa logo o apelidou de "O segundo Inoki". Machida fez sua estréia no MMA no evento New Japan Pro Wrestling: Ultimate Crush em 2 de maio de 2003, onde ele derrotou o lutador do Pancrase Kengo Watanabe por decisão unânime.

Ele parecia mais a vontade na sua segunda luta contra o futuro vice-campeão do The Ultimate Fighter 1 Stephan Bonnar, a quem derrotou por paralisação devido a um corte, no primeiro evento do Jungle Fight. Em sua terceira luta, ele enfrentou o invicto com 12 vitórias e futuro Campeão dos Pesos Médios do UFC, Rich Franklin como um azarão no Inoki Bom-Ba-Ye 2003. Machida nocautea Franklin usando ground-pound no início do segundo round.

Machida fez sua estréia no UFC no card preliminar do UFC 67 contra Sam Hoger e venceu por decisão unânime. Após a vitória Lyoto conseguiu estrear no card principal no UFC 70, e ganhou por decisão unânime contra David Heath. Em seguida, ele enfrentou o praticante de judô e veterano Campeão do Pride Kazuhiro Nakamura no UFC 76. Machida ganhou por decisão unânime, e Nakamura, mais tarde, teve um teste positivo para maconha.

No UFC 79, Lyoto enfrentou o altamente elogiado Rameau Thierry Sokoudjou, um praticante de judô que estava fazendo sua estréia no UFC após duas vitórias rápida de virada sobre veteranos do Pride Rogério "Minotouro" Nogueira e Ricardo Arona. A vitória marcou a sua primeira finalização no UFC submetendo Sokoudjou katagatame no segundo round.

Títulos e Campeonatos

- Ultimate Fighting Championship
- Campeão do Peso Meio Pesado
- Nocaute da Noite
- Luta da Noite

Temas de Palestras

- Lutadores
- Esportes
- Motivação
- Presença Vip
- Competitividade
- Superação de Desafios / Mudanças
- Lutadores