Fabrício Werdum

TEMAS


Fabrício Werdum



Fabrício Werdum é lutador de artes marciais mistas (MMA) e ex-campeão do peso-pesado do UFC.

Ele também já foi duas vezes campeão mundial de jiu-jitsu, duas vezes campeão do campeonato Abu Dhabi Combat Club World Peso Pesado e campeão europeu de jiu-jitsu.

Ele é faixa preta 2º dan de Jiu-jitsu, faixa preta em Judô e Prajied Preto em Muay Thai. Werdum já lutou no PRIDE, UFC, Strikeforce e Jungle Fight .

Werdum começou a treinar Jiu-jitsu brasileiro após ser estrangulado e deixado inconsciente com um triângulo pelo ex-namorado de sua então namorada.

Ele treinou com Márcio Corleta na Academia de Porto Alegre, Winner Behring. Após o sucesso no Jiu-jitsu brasileiro e no Submission Wrestling, ele começou sua carreira no MMA.

Ele chegou à Espanha para se juntar a sua mãe, que havia se mudado para a cidade de Madrid, alguns anos antes.

Com 17 anos, logo após a sua chegada à Espanha, quando ele era apenas um faixa-roxa, ele começou a ensinar a arte do Jiu-jitsu brasileiro em Madri e outras cidades da Espanha.

Apesar de só treinando com faixas brancas e azuis, ele se tornou um campeão mundial de Jiu-Jitsu, que está sendo promovido ao posto de faixa preta pelo Mestre Marcio Corleta três anos depois.

Werdum começou sua carreira no MMA no Jungle Fight, Millennium Brawl e World Absolute Fight. Ele tinha um cartel de 4-0-1, incluindo uma vitória contra o especialista em Jiu-Jitsu Gabriel Gonzaga.

Ele já foi sparring de Mirko Filipovi?, de tal modo, contribuindo para sua estreia no Pride.

Em 2005, Werdum fez sua estréia no PRIDE contra Tom Erikson, vencendo por submissão.

Mais tarde naquele ano, ele enfrentou Roman Zentsov no Pride Final Conflict 2005, ele foi capaz de derrotar Zentsov com um triângulo em 6:01 do primeiro round. Werdum, em seguida, teve a primeira derrota em sua carreira no MMA, quando perdeu para Sergei Kharitonov por decisão dividida no Pride 30.

Então, no início de 2006, Werdum derrotou Jon Olav Einemo por decisão unânime no Pride 31.

Fabricio Werdum estreou no UFC em 21 de abril de 2007 no UFC 70: Nations Collide.

Em seguida, após deixar o UFC, Werdum assinou com o Strikeforce. Ele fez sua estreia no Strikeforce: Carano vs. Cyborg em 15 de agosto de 2009, contra o também veterano do UFC Mike "MAK" Kyle.

Ele venceu por finalização em 1:24 do primeiro round. Werdum seguiu com uma vitória por decisão unânime sobre Antonio "Bigfoot" Silva no Strikeforce: Fedor vs. Rogers.

Em 5 de fevereiro de 2012, Werdum fez seu retorno ao UFC contra Roy Nelson, no UFC 143. Werdum dominou o primeiro round acertando várias joelhadas em Nelson abrindo um grande corte em sua testa. Nos outros rounds Werdum continuou com uma sequências de joelhadas chutes e socos vencendo assim a luta por decisão unânime.

No duelo entre os treinadores no primeiro TUF América Latina, Werdum tentaria conquistar o cinturão em uma luta contra o campeão Cain Velasquez a ser realizada em 15 de novembro de 2014 na Cidade do México.

No entanto, uma lesão tirou Velasquez da luta e o UFC colocou Mark Hunt para disputar o cinturão interino contra Werdum.

Após um começo de luta turbulento, Werdum conseguiu se recuperar e encaixou uma joelhada voadora que derrubou Hunt, ele então finalizou a luta com alguns socos no ground and pound, tornando-se assim o Campeão Interino do Peso-Pesado do UFC.

A luta com o então campeão Cain Velasquez ocorreu no dia 14 de junho de 2015 na Cidade do México. Os dois lutadores foram os treinadores no primeiro TUF América Latina que também ocorreu em solo mexicano.

Dado como uma grande zebra, Werdum iniciou o primeiro assalto perdendo, após trocação franca com Velásquez. No segundo assalto, após um início equilibrado, Werdum conseguiu reverter a vantagem minando Cain com sequencias jab-direto e o clinch de muay thai.

Sentindo a desvantagem, o corner de Cain pediu que ele tentasse a queda e impusesse seu wrestling.

Após uma primeira tentativa de derrubar Werdum, quando por pouco conseguiu escapar de uma "Guilhotina", Velasquez tentou nova queda onde já caiu com o golpe do brasileiro perfeitamente encaixado, sendo finalizado com uma "Guilhotina".

Vitória incontestável do brasileiro que unificou os Cinturões Interino e Linear dos Pesos-Pesados do UFC.

Temas de Palestras

- Motivação
- Competitividade
- Superação de Desafios / Mudanças
- Resultados
- Disciplina

Tipos de Trabalho:

- Presença Vip