Bianca Rinaldi

TEMAS


Bianca Rinaldi



Inicialmente conhecida como uma das paquitas do programa da Xuxa nos anos 90, Bianca Rinaldi tornou-se o exemplo perfeito da profissional que busca evoluir sempre e se superar a cada novo trabalho.

Apos estudar interpretação, trilhar um caminho de sucesso e conquistar seu próprio espaço, essa paulistana teve seu talento posto à prova ao interpretar duas personagens de uma vez só na novela Os Mutantes – Caminhos do Coração. “Quando deixei de ser paquita, senti que meu desejo era ser atriz e fui aprender. Hoje, interpretar é a grande parte da minha vida. Amo o que faço e quero melhorar muito. É recompensador emocionar e divertir as pessoas”, diz Bianca.

A estréia como atriz de televisão aconteceu em Malhação (1997), na TV Globo. Desde então, a carreira de Bianca se caracteriza por uma ascensão constante, com a conquista de papéis cada vez mais importantes dentro das tramas. No trabalho seguinte, Chiquititas (1998) – parceria do SBT com a argentina Telefer –, ela interpretou Andréia, sua primeira vilã, e nos anos seguintes foi alçada à condição de protagonista em Pícara Sonhadora (2001) e A Pequena Travessa (2002) ambas no SBT.

O ano de 2004 marcou um momento decisivo para Bianca. Contratada pela Record, ela foi convidada por Herval Rossano para reviver uma das personagens mais importantes da teledramaturgia brasileira: a própria Isaura no remake de “A Escrava Isaura”. “Sem dúvida esse trabalho foi um marco na minha carreira”, afirma a atriz. A novela foi um sucesso e firmou Bianca como uma das principais atrizes da nova geração.

Na seqüência, ela interpretou Joana em Prova de Amor (2005), e dois anos depois se consolidou como o principal nome da emissora ao protagonizar Caminhos do Coração, dando vida à Maria.

No teatro, Bianca tem no currículo sete peças. A estréia foi em 1999 com “As Meninas”, de Lygia Fagundes Telles. Seguiram-se então “Aluga-se um Namorado”, “Tudo de Mim”, “A Pedra Mágica”, “Jeitinho Brasileiro”, “A Vida Íntima de Laura” e “Amor de Comédia”. O cinema é uma meta a ser alcançada para a atriz, que embora já tenha participado de alguns filmes, demonstra vontade de mergulhar no universo da chamada Sétima Arte. “Quero muito fazer cinema, além de ter mais e mais personagens na TV e no teatro”, revela.

Embora tenha recebido já em 2001 o prêmio de revelação da Academia Brasileira de Arte, Cultura e História, e esteja vivendo um ótimo momento profissional, Bianca, consciente, sabe que o caminho da interpretação é longo e que há muito pela frente. “Apesar de ter feito cinco protagonistas, tenho certeza de que ainda posso aprender e crescer dentro da profissão. Minha carreira está no caminho certo”, finaliza a jovem estrela.

Palestra:

Com Uma palestra voltada para as mulheres, leva o tema com grande empolgação e muito dinamismo.

- Felicidade de Ser Mulher

Tipo de Trabalhos:

- Presença Vip
- Mestre de Cerimônias
- Celebridades / Atores

AT 10-08