Márcio Gomes

TEMAS


Márcio Gomes



Formou-se em jornalismo na PUC-Rio, em 1992. A primeira experiência profissional aconteceu na rádio Opus 90, em que trabalhou como redator. Em 1994, na Rede Record, começou a se destacar como repórter e foi chamado, pouco tempo depois, para ingressar na TV Globo São Paulo, no jornal SPTV, aonde fez parte do rodízio de apresentadores.

Foram dois anos em São Paulo, antes de voltar para o Rio de Janeiro, para trabalhar na Globo News, em 1996. Além de fazer reportagens, Márcio editava matérias e apresentava o jornal Em Cima da Hora.

Foi sua grande escola: "Aprendi a fazer de tudo. Lá estamos sempre muito perto da notícia".

Apresentou o RJTV desde a reformulação do programa, em janeiro de 2000.

Na ocasião, o jornalista deixava a apresentação do jornal Bom Dia Rio, onde também fazia reportagens que, como no RJTV, abordam os assuntos do Rio de Janeiro. Mas, no jornal que estava prestes a assumir, Márcio Gomes encontraria um novo enfoque.

"O RJTV tem um lado de ajuda à comunidade que deixa muito evidente a função social do jornalismo. O jornal dá voz à população e motiva as pessoas a agirem", diz.

Além da apresentação do RJTV, participou do rodízio de apresentação do Jornal Nacional aos sábados e apresentador eventual do Bom Dia Brasil, também foi repórter especial da Rede Globo no Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro e tinha uma coluna no Bom Dia Brasil denominada ''Você não sabia, mas já existe''.

Em janeiro de 2013, foi anunciada sua transferência para o escritório da IPCTV, afiliada da Rede Globo no Japão. Saindo em junho do mesmo ano, quando deixou a bancada do RJTV após 15 anos no comando do telejornal, onde entregou o jornal 'nas mãos' da sua colega Ana Luíza Guimarães.

Ao fim do telejornal se despediu da equipe técnica, jornalística e esportiva. Deixou após 18 anos a emissora que o consagrou como um dos melhores apresentadores da TV brasileira.

Se despediu da unidade da TV Globo no Jardim Botânico após décadas de trabalho na mesma. Estreou em julho como correspondente em Tóquio, no qual cobre o Extremo Oriente, o Sudeste Asiático e a Oceania.

Recebeu o Prêmio Comunique-se de melhor Correspondente Internacional / TV em setembro de 2015.

Deixou de ser correspondente em Tóquio em junho de 2018, e hoje em dia está na TV Globo São Paulo.

Tipos de Trabalho:

-Media Training

-Moderador de Debates

-Mestre de Cerimônias

AT 10-08