Silvio Luiz

TEMAS


Silvio Luiz



Silvio Luiz, nome artístico de Sylvio Luiz Perez Machado de Sousa (nascido em 14 de julho de 1934, na cidade de São Paulo), jornalista, e o locutor esportivo, o mais irreverente da televisão brasileira.

Descendente de espanhóis, por parte de mãe, a famosa locutora Elizabeth Darcy, que por muitos anos trabalhou na Rádio São Paulo, TVs Paulista, Cultura e Tupi, de São Paulo. Seu pai, o engenheiro eletricista Ademar Machado de Souza, faleceu cedo.

E Silvio, que estava com sete anos, passou a acompanhar a mãe em todos os lugares. E conheceu as rádios e emissoras de televisão. Era “um fuçador”, como ele mesmo diz. Apaixonou-se por tudo. Gostava da contra-regra, da direção de tv, da camera, da produção, da iluminação.

Foi ator, apresentador, reporter e gostava também de esportes. Tinha vários times de futebol de botão, e com eles fazia os seus campeonatos que ele mesmo irradiava.

Tinha até patrocinador: “Cigarros Papagaio, cada tragada um desmaio! E isso fez com que, já adolescente, aos domingos, ia até a Rádio São Paulo – lo largo Pérola Bayton – jogar botão com o locutor comercial da emissora, Nelson de Arruda.

Foi nessa mesma Rádio São Paulo- agora já na Avenida Angélica, esquina com Alameda Barros – que deu os seus primeiros passos no mundo artistico.

Lembra até hoje. Waldemar de Morais, novelista e escritor tinha um programa chamado “Teatro das 5 Horas”. Um dia cançado da insistencia do Silvio, colocou- o para fazer “uma ponta”.

Era um carteiro. Sua primeira fala: – “Uma carta para o senhor !” Foi assim que tudo começou. Depois foi a TV Paulista, onde apareceu como reporter de campo, o primeiro da TV brasileira.

TV Record, -duas vezes -TV Excelsior, Rádio Bandeirantes, uma pequena passagem pelas Rádios, América, Record, Panamericana, hoje Jovem Pan. Diz ele ser muito inquieto, mas a verdade é que na Record, em todas as duas vezes ficou por muitos anos.

  Teve atividades variadas. Foi, por exemplo, diretor de programação em uma época em que a TV Record tinha 5 estúdios, 2 caminhões e 2 teatros. Silvio Luiz coordenava tudo isso com agilidade e amor. Mas, a verdadeira paixão, ou a verdadeira vocação, era pelo esporte.

Mas tem uma coisa. Eu não vou contar aqui toda minha vida. Quem quizer saber mais, vai ter que comprar o livro OLHO NO LANCE, escrito por Wagner Willian, da Editoira Best Seller, lançado em 2002.

Tipos de Trabalhos

- Comentarista Esportivo
- Moderador
- Jornalista Esportivo
- Jornalista
- Apresentador