Marcelo Airoldi

Marcelo Airoldi

Marcelo Airoldi

TEMAS


Marcelo Airoldi



Marcello é formado pela Escola de Arte Dramática EAD/USP e estudou teatro físico, mímica e interpretação no Birkbeck College – University of London e no Cit Lit of London.

Televisão

Na Televisão,Marcello participou das novelas Belíssima , Viver a Vida de Manoel Carlos (personagem Gustavo- Prêmio de Melhor ator coadjuvante da Tv 2010) e está no elenco da novela das 18h A Vida da Gente, fazendo o personagem Cícero, pai adotivo de Sthefani Brito.

Além disto ,participou também das mini-séries Divã, ao lado de Lilian Cabral; Som e Fúria, de Fernando Meirelles e do programa especial Por toda a minha vida - Adoniran Barbosa.

Cinema

No cinema é um dos protagonistas da comédia em cartaz Onde está a felicidade?, de Carlos Alberto Riccelli e Bruna Lombardi; participou de Linha de Passe, de Walter Salles e de Quanto dura o amor?, de Roberto Moreira.

Campanhas Publicitárias e Eventos

Marcello já participou também de diversas campanhas publicitárias na Tv como: Itaú,Microsoft, Blockbuster, Hipoglós, Ford, Telemig, Buscofen, dentre outras. Como mestre de cerimonia,com a Flytour American Express Bussines Travel,Prefeitura Municipal de Barueri, Prefeitura Municipal de Santana do Parnaíba e NET .

Teatro

No teatro, participou do grupo Ventoforte onde atuou nos espetáculos “Bodas de Sangue” (representou o Brasil no Festival Mundial de Teatro e Musica da Holanda em 2006), “Se o mundo fosse bom o dono morava nele”, “Victor Hugo, onde você está”, dentre outros.Também no Ventoforte, escreveu e dirigiu “A Casa do Gaspar, ou Kaspar Hauser, o órfão da Europa”. Como ator convidado participou de espetáculos como "Os Penetras", de Mike Leigh - direção de Mauro Baptista Vedia ; "Bang Bang" , "Pedra no Rim" e "O Beijo da Última Hora", de Leo Lama; "Jung e O Casamento" - direção de Marinho Piacentini (indicado ao Prêmio de melhor ator na 13ª edição do Festival de Blumenau-SC) e "Macaco Peludo" - direção de Celso Frateschi. Dirigiu e atuou nos espetáculos do extinto Teatro de Viés, "Macário" - de Álvares de Azevedo e o infantil "Medo de Vassoura" - de André Collazzi.

Marcello recebeu Prêmio de melhor direção pela peça “Macário”- (Projeto Viva Cultura da Secretaria do Estado da Cultura/SP) e pelo espetáculo “Café com Torradas”, na 9ª edição do Festival de Monólogos (Piedade-SP).

Em 2006,Marcello funda o Teatro de Perto, onde dirige e atua no monólogo “Café com Torradas”, com texto de Gero Camilo, e escreve e atua em “Um Segundo e Meio”, com direção de Antonio Januzelli.

Ambos os espetáculos - estrearam respectivamente em 2006/2008 - entram em repertório realizando apresentações por diversas cidades do Brasil. Recebem o Prêmio Myriam Muniz de Circulação, se apresentando em São Raimundo Nonato (Serra da Capivara) - Piauí, Rio Branco-Acre, Maringá-Paraná e Vila Velha -Espírito Santo. Realizam 02 temporadas na rede Sesc de São Paulo, circulam por diversas cidades do interior convidados por Prefeituras, Sescs e Departamentos de Cultura. Recentemente o projeto é escolhido para participar do Circuito Cultural Paulista, da Sec. Estadual de Cultura de São Paulo, circulando por 06 cidades do interior do estado.

Atividades de difusão cultural

Paralelo às atividades do palco ,Marcello também dirigiu o Depto. de Cultura da cidade de Barueri de 1997 a 2006, onde coordenou inúmeros projetos culturais.

Além disto, atua como professor de teatro desde 1990, ministrando aulas nos colégios Rudolf Steiner, Waldorf Micael, onde dirigiu os espetáculos “Mire Veja” e “Gota D Água”, e adaptou textos como “Tristão e Isolda” e “Mahabharata”.

Dirigiu também “Orfeu da Conceição”, espetáculo apresentado no Goetheanum, na Suíça, num encontro de escolas Waldorf e coordenou diversas oficinas teatrais para estudantes de teatro no Projeto de Circulação de Repertório Teatro de Perto por diversas cidades do país.

Tipos de Trabalho

- Mestre de Cerimônias
- Presença Vip
- Campanhas Publicitárias
- Cultura