José Roberto Sarsano

TEMAS


José Roberto Sarsano



Administrador e Coach Profissional, agente de mudanças organizacionais, especialista em Coaching de Planejamento de Vida e Gestão de Projetos e Pessoas com experiências memoráveis na liderança de equipes; palestrante, educador e músico personagem da história da MPB, apaixonado pelo desenvolvimento humano e pela bateria como instrumento musical; é fundador e Sócio-Gerente da Ciclos Coaching.

Gestor de Pessoas em grandes empresas multinacionais como Scania Latin America, Johnson & Johnson, System Software Associates e J.D.Edwards, no Brasil e Exterior. Como executivo e líder de projetos de sistemas de gestão notabilizou-se pela visão sistêmica, pelo foco, empatia com liderados e usuários, compromisso com resultados, e pela habilidade de integrar saberes múltiplos e complexos com a música para consecução de objetivos.

Sua experiência com Coaching e desenvolvimento humano, é resultado de anos de atividade profissional liderando pessoas de níveis diversificados em cargos, conhecimento e experiência. Adepto da Gestão Positiva desenvolveu habilidade de potencializar as virtudes, habilidades e pontos fortes das pessoas na busca da consecução de objetivos e da excelência.

Como Coach Profissional apoia mudanças de sistemas e processos organizacionais, o desenvolvimento de competências em planejamento, gestão de pessoas e projetos, e Coaching para líderes. Autodidata, é pesquisador interessado em comportamento e valores organizacionais, talentos, crenças e valores humanos, inteligências múltiplas e mudança mental, sociologia, psicologia positiva, filosofia e espiritualidade. É certificado pela Sociedade Brasileira de Coaching (SBC)

Palestrante e Educador apaixonado pelo desenvolvimento individual, sociocultural e profissional das pessoas, treinou centenas de profissionais na área de TI, e palestrou e ministrou workshops para mais de 7 mil estudantes do ensino médio de escolas públicas e particulares. Dedica-se atualmente a temas motivacionais, e de desenvolvimento humano, profissional e organizacional.

Músico intuitivo, apaixonado pela bateria como instrumento musical, uniu talentos, iniciativa, emoção, e empatia para desenvolver bem sucedida carreira musical como baterista do Bossa Jazz Trio que acompanhou Elis Regina na sua estreia consagrada no Teatro Olympia de Paris, o templo da música mundial. Atualmente integra o talento artístico ao seu trabalho e atividades culturais. Faz parte do legado de Elis Regina, e continua construindo o seu legado pessoal como músico e como autor do livro Boulevard des Capucines premiado pela Secretaria da Cultura de SP e chancelado pela Fundação Biblioteca Nacional.

Altruísta e defensor ardoroso da justiça social usa a música como meio e mensagem para doar conhecimento e experiência através do projeto sociocultural homônimo ao livro, que foi apoiado pelo Ministério da Cultura, com o objetivo de levar cultura, referencias, valores, inspirar e orientar adolescentes menos favorecidos a tomar decisões de carreira profissional elaborando um Projeto de Vida.

Bossa Jazz Trio

O conjunto Bossa Jazz Trio era bastante conhecido do grande público apreciador da Bossa Nova nos anos 60, devido às suas esplêndidas aparições em shows e discos, e tinha uma forte presença na mídia da época. Muito jovens, éramos admirados pela maturidade musical que conseguimos em curto espaço de tempo e pela importante contribuição para a Música Popular Brasileira. Além da trajetória particular do conjunto, nos idos de 1968, aqueles rapazes cujos nomes eram Amilson Godoy, Jurandir Meirelles e José Roberto Sarsano, ajudaram Elis Regina a conquistar, de forma quase heróica o público francês, abrindo as portas para a importante carreira dela na Europa.

O Bossa Jazz Trio nasceu no começo de 1964. Nesta época, os Beatles, que já eram o maior grupo pop da Europa. Vivíamos época da beatlemania! No Brasil, nascia, também, a chamada Jovem Guarda, com o surgimento de Roberto Carlos e de toda aquela onda que veio junto - Erasmo Carlos, Ronnie Von, Wanderley Cardoso, Wanderléa, etc. Paralelamente a tudo isto, e ao movimento da bossa nova no Rio de Janeiro, a música na cidade de São Paulo passava por uma substancial transformação, rotulada pela imprensa como movimento de integração da Música Popular Brasileira.

Sem se identificar como uma tendência, essa transformação foi se dando gradativa e espontaneamente em bares e teatros, na televisão e nas rádios paulistas. O melhor exemplo disso era o que vinha acontecendo no Juão Sebastião Bar e nas "Noites de Bossa" no Teatro de Arena. Foi neste contexto que na minha mente e no meu coração, começou a nascer o Bossa Jazz Trio...

No livro "Boulevard des Capucines" conto porque e como criei o conjunto, e, em um capítulo dedicado especialmente a ele, conto detalhes de cada um dos seus integrantes e curiosidades sobre sua trajetória.

 Temas das Palestras

- Palestra Show

- Motivação

- Trabalho em Equipe 

- Foco no Resultado

- Coaching

- Gestão de Pessoas

- Planejamento