Neto

TEMAS


Neto



José Ferreira Neto, popularmente conhecido como Neto, ficou marcado como craque polêmico e um exímio cobrador de faltas.

O talentoso meia-esquerda começou a carreira em 1980 no Guarani, da cidade de Campinas. Rapidamente encheu os olhos da opinião pública e, com gols espetaculares, despertou interesse de grandes equipes do Brasil.

Ao lado de nomes como Romário, Dunga e Taffarel, foi responsável pela conquista da medalha de prata na Olimpíada de Seul, na Coréia.

Em uma conturbada saída do Palmeiras (se desentendeu com o técnico Émerson Leão), Neto fez nome no Corinthians e praticamente sozinho conquistou o Campeonato Brasileiro de 1990.

Ficou no Parque São Jorge até 1993, período em que era considerado a única estrela de um elenco de jogadores pouco técnicos.

Mas a forte personalidade fez com que o craque colecionasse diversos casos polêmicos. Um dos exemplos de sua rebeldia aconteceu em 1991. Durante um clássico entre Corinthians e Palmeiras ele cuspiu no rosto do juíz José Aparecido de Oliveira. Foi punido e pegou um gancho de quatro meses de suspensão.

Neto também jogou em outros clubes como Bangu, São Paulo, Palmeiras, Milionários-COL, Santos, Atlético-MG, Matsubara, Araçatuba e Etti-Jundiaí. Por onde passou sempre foi ídolo.

Depois de encerrar a carreira, Neto se tornou comentarista de rádio e TV. Em 2006, voltou para a TV Record. Continua também seu bom trabalho como comentarista da Rádio Transamérica FM.

Tipos de Trabalhos

- Esportes
- Futebol
- Liderança
- Trabalho em Equipe / Disciplina