Carlos Alberto Parreira

TEMAS


Carlos Alberto Parreira



Carlos Alberto Parreira, ex-treinador de futebol brasileiro que participou de Copas do Mundo por cinco seleções diferentes (Arábia Saudita, Brasil, Emirados Árabes, Kuwait e África do Sul).

Parreira é conhecido nacional e mundialmente pelas conquistas da Copa do Mundo de 1994, ao lado de Zagallo, do Campeonato Brasileiro de 1984 com o Fluminense e a Copa do Brasil de 2002, com o Corinthians.

Formado em Educação Física pela Escola Nacional de Educação Física e Desportos, no Rio de Janeiro, em 1966, começou sua carreira como Preparador Físico do São Cristóvão de Futebol e Regatas. Foi um dos preparadores físicos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1970, quando a seleção conquistou o tricampeonato mundial.

Como técnico, Parreira trabalhou em uma série de clubes pelo Brasil e pelo mundo.

Suas passagens mais marcantes foram no Fluminense (seu time do coração), em 1984, quando o clube conquistou seu segundo título do Campeonato Brasileiro e em 1999, quando ajudou na recuperação do clube com a conquista da Série C do Campeonato Brasileiro.

Além do clube carioca, Parreira também fez história no Corinthians em 2002, quando foi campeão da Copa do Brasil e da última edição do Torneio Rio-São Paulo, e no Bragantino, levando o modesto clube do interior paulista à final do Campeonato Brasileiro de 1991, perdida para o São Paulo de Telê Santana.

Ao todo, integrou a comissão técnica de sete clubes brasileiros, boa parte do tempo no Rio de Janeiro.

Mesmo com passagens vitoriosas por essas equipes, foi após a conquista da Copa de 1994, com a Seleção Brasileira, que Parreira obteve reconhecimento e prestígio internacionais, que renderam-lhe diversos convites e propostas de trabalho no exterior, abrindo portas num mercado até então muito pouco explorado.
E foi aí que sua carreira decolou. Dirigiu Valencia CF (Espanha), Fenerbahçe (Turquia) e MetroStars na recém-iniciada Major League Soccer.

Mas o maior sucesso foi com seleções nacionais. Conquistou vários torneios asiáticos com as seleções do Kuwait e da Arábia Saudita, além da Copa América 2004 e a Copa do Mundo de 1994 pela Seleção Brasileira.

Em abril de 2008, Parreira comandou a seleção da África do Sul, anfitriã da próxima Copa do Mundo. Entretanto, alegando problemas particulares, o treinador deixa a seleção sul-africana sem obter resultados satisfatórios.

Em seu lugar, assume o também brasileiro Joel Santana, recém saído do Flamengo. Em 6 de março de 2009, Parreira acerta a sua volta ao Fluminense, após a saída de René Simões.

No dia 23 de outubro de 2009, voltou ao cargo de treinador da África do Sul após a demissão de Joel Santana, onde permaneceu até o encerramento da participação daquela seleção na Copa do Mundo FIFA de 2010.

A vitória conseguida sobre a França (2-1) foi a primeira do treinador conseguida em Copas do Mundo dirigindo seleções que não a brasileira.

No dia 22 de dezembro de 2010, anunciou sua aposentadoria como técnico.

Quase dois anos depois, mais precisamente em 28 de novembro de 2012, Parreira, com a volta de Luiz Felipe Scolari ao comando da seleção brasileira, assume a sua função de coordenador técnico. Porém após a goleada sofrida na Copa do Mundo de 2014, Parreira se aposenta definitivamente do futebol. E atualmente ministra palestras dos temas que o cercaram durante a sua carreira.

Temas das Palestras:

- Liderança, Estratégia, Planejamento
- Comando e respeito
- Trabalho em equipe
- Como lidar com pressão
- Superando desafios: Vitórias e Derrotas
- Aproveitar as oportunidades
- Competitividade 

Tipos de Trabalho: 

- Mestre de Cerimonias 
- Presença VIP 

AT 12-09