Lobão

TEMAS


Lobão



O nome João Luiz Woerdenbag Filho lhe diz algo? Esse é o nome que está por trás do apelido de Lobão.

Muitos já ouvimos esse apelido, mas quem arrisca dizer que conhece ao menos metade da trajetória sonora e artística desse cara? Desejo que muitos. Além de reconhecê-lo pela super tocada Me Chama, executada até hoje em algumas FMs na bela voz de Marina Lima, com quem Lobão trabalhou e por insistência dela se dedicou mais à composição, no início da década de 80, o contato com o som dele me veio, por ele mesmo, através das telas da TV.

Há pouco tempo o vi apresentando A Vida é Doce, seu "CD-manifesto", e mais que isso, falando de uma indústria mesquinha para com os criadores da sua matéria-prima, da qual ele estava se desvinculando para não regredir na sua carreira com a qual retomei contato, ou melhor, passei a conhecer a proposta do ser humano-criador íntegro que é a imagem que ele me transmite.

Em seguida fui atrás desse CD lançado no ano de 1999, e me deparei com um disco conceitual no som, quase lento e denso, com letras diferenciadas mas relacionadas, belezas insuperáveis como a letra de "Uma Delicada Forma de Calor". Logo consegui o disco anterior - o segundo da trilogia iniciada com Nostalgia da Modernidade - Noite. Possui um som mais dançante e agressivo, porém cheio de sensibilidade e belas e viajantes letras.

Algo mais a agregar: o Lobão está fazendo uma campanha de apoio às rádios comunitárias, para que elas ganhem seus diretos de legalização e para que a qualidade das emissoras, em geral, melhore. Dessa maneira será para a população mais acessível a música, trabalhos e informações feitas por ela mesma através do tempo.

Essa iniciativa não fala diretamente do artista, mas de sua visão que transcende os limites da pequenez humana.

Tipos de Trabahos:

- Mestre de Cerimônias
- Presença Vip
- Cantores / Bandas

AT 12-09