Claudia Raia

TEMAS


Claudia Raia



Seu primeiro trabalho profissional foi aos dez anos de idade, como manequim do costureiro Clodovil Hernandes.

Aos onze anos fez um tratamento para controlar o excesso de crescimento; aos treze anos de idade já estava com 1,70 metro de altura, e isto a fazia se considerar "desengonçada".

No início da carreira de bailarina, dançou profissionalmente nos Estados Unidos e na Argentina.Aos treze anos, ganhou uma bolsa para estudar balé em Nova York, onde ficou por quatro anos.

Aos 15 anos participou da versão brasileira do musical A Chorus Line, fazendo o papel de Sheila, uma personagem dezoito anos mais velha.

Estreou aos dezessete anos na televisão como a personagem Carola, contracenando com o ator Jô Soares no esquete "Vamos Malhar" do programa Viva o Gordo, na Rede Globo.

Em 1985 fez a dançarina Ninon na novela Roque Santeiro da Rede Globo.

Em 1986 participou de Cambalacho. Em 1987, fez a feirante Tancinha na novela Sassaricando, e em 1988, surpreendeu como a presidiária Tonhão, no quadro "As Presidiárias", no programa TV Pirata.

Em 1990 foi apresentadora do Globo de Ouro (programa de televisão), e fez par romântico com Antonio Fagundes em Rainha da Sucata.

Em 1992, ao lado de Edson Celulari, foi a protagonista Maria Escandalosa em Deus Nos Acuda. Interpretou a vilã Ângela Vidal em 1998 na  Torre de Babel, que era obcecada por Henrique Toledo, papel de Edson Celulari, seu marido na época. No ano seguinte interpretou Hortência Na Telenovela, Terra Nostra.

Em 2001 participou de As Filhas da Mãe como a transsexual Ramona.

Em 2002 interpretou a vilã Mina na novela O Beijo do Vampiro, quando estava grávida da filha Sophia Motta Raia Celulari. O autor usou a gravidez da atriz e a inseriu na história de sua personagem. Mina daria à luz no capítulo 109, no ar em 30 de dezembro de 2002, uma segunda-feira. Cláudia, então, deixou a trama e teve Sofia no início de 2003. Depois retornou à novela só nos últimos capítulos para finalizar o desfecho da personagem Mina.

Em 2005 participou em Belíssima com Safira que fazia par romântico com Pascoal (Reynaldo Gianecchini).

Em 2007 participou de Sete Pecados na pele da vilã Agatha e em seguida em 2008 Claudia atuou como Donatella Fontini da telenovela A Favorita, uma mulher que é acusada de um crime que a sua ex-melhor amiga Flora (Patrícia Pillar) cometeu. Foi sua primeira protagonista no horário nobre. Seu sofrimento era tão grande na história que causou comoção nacional.

Em 2010, a atriz protagonizou a telenovela Ti Ti Ti como a madame Jaqueline, onde ganhou prêmios de Melhor Atriz.

De 2012 a 2013 interpretou a vilã Lívia Marini da novela Salve Jorge. Lívia é uma mulher sofisticada, estilosa e inteligente, acima de qualquer suspeita. O que fica na sombra é a atividade de agenciadora para tráfico de pessoas.

Em 2014, interpreta a vilã cômica e vidente charlatã Samantha, em Alto Astral. Em 2016, interpreta a sensual e cômica Salete, em A Lei do Amor e em 2017 participou da série A Fórmula como Samira.

Em 2019, retoma o destaque em telenovelas, interpretando a extravagante e divertida Lidiane "Lidi Pantera" ex-atriz de pornochanchada e perua emergente dos anos 90, na telenovela Verão 90. Ainda em 2019, foi jurada no programa "Cultura, o musical" na TV Cultura ao lado de seu marido.

Cinema:

1986 - Cida, a Gata Roqueira
1989 - Kuarup ... Sônia
1990 - Boca de Ouro ... Guigui
1991 - Matou a Família e Foi ao Cinema ... Márcia
2001 - Rugrats em Paris: O Filme ... Coco La Bouche
2003 - Xuxa Abracadabra ... madrasta
2009 - Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas ... Débora
2011 - Retrato Falhado ... Kelly
2015 - O Duelo ... Carol

Prêmios:

1985 - Prêmio APCA -  revelação feminina por Roque Santeiro
1986 - Troféu Imprensa - revelação do ano por interpretar Ninon em Roque Santeiro
2005 - Prêmio Contigo - melhor atriz coadjuvante por Belíssima
2005 - Prêmio Qualidade Brasil - melhor atriz coadjuvante por Belíssima
Eleita pela revista Criativa uma das 25 mulheres mais criativas de 2007.
2010 - Prêmio Contigo - melhor atriz coadjuvante por Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas
2011 - Melhores do Ano - melhor atriz por Ti Ti Ti
2011 - Prêmio Contigo - melhor atriz por Ti Ti Ti
2018 - Prêmio Bibi Ferreira - Melhor atriz Coadjuvante.

Tema de Palestra:

Nas Raias do Empreendedorismo:

Uma palestra sobre empreendedorismo feminino. Cláudia, pela primeira vez, compartilha a sua trajetória com o público em uma palestra autoral. E essa palestra é justamente sobre isso: "Empreender é movimentar-se e tirar a poeira dos desejos e vontades. E foi assim que, bem no começo da minha carreira, eu decidi não só esperar, mas fazer acontecer".

Cláudia fala sobre o empreender enquanto produtora cultural e enquanto mulher. Alguém que, aos 19 anos, começou a criar e a dar vida à arte que queria ver nos palcos, enfrentando situações inimagináveis e desafiadoras. Uma mulher que corre atrás dos seus próprios sonhos… porque, no fim das contas, toda mulher deveria poder correr atrás daquilo que deseja. "Nosso papo é um papo que encoraja, dá energia, incentiva. Dentro de um mundo cheio de nãos, vamos abrir caminhos juntos e fazer acontecer. Vamos juntos nessa?".

Tipos de Trabalho: 

- Mestre de Cerimônias
- Presença VIP

AT 08-09