Ísis Valverde

TEMAS


Ísis Valverde



Isis Nable Valverde nasceu em Aiuruoca em 17 de fevereiro de 1987. Aos 15 anos, ela se mudou para Belo Horizonte, onde estudou e morou por 3 anos. Com dezesseis anos, começou a trabalhar como modelo e fez campanhas publicitárias. Mudou-se para o Rio de Janeiro quando completou 18 anos, onde começou a estudar teatro.

Estudando teatro, tentou início na TV em 2005, quando fez um teste para o papel Giovana na telenovela Belíssima, mas perdeu o papel para Paola Oliveira. No ano seguinte, a atriz estreou na televisão como a misteriosa Ana do Véu do remake de Sinhá Moça. Na telenovela Paraíso Tropical, em 2007, ela fez uma participação especial como a garota de programa Telminha. No ano de 2008, a atriz teve seu primeiro destaque em Beleza Pura com a personagem Rakelli, uma manicure que tinha o sonho de ser assistente de palco do Caldeirão do Huck. A personagem fez bastante sucesso, lhe rendendo prêmios, e se tornou um dos mais marcantes de sua carreira. Em 2009, integrou o elenco da novela Caminho das Índias como Camila, uma jovem que se apaixona pelo indiano Ravi (Caio Blat) e se muda para a Índia, mas percebe as dificuldades de se encaixar na cultura do país. Sua primeira protagonista foi com a personagem Marcela na segunda versão de Ti Ti Ti, onde fez par romântico com o ator Caio Castro. Estrelou o episódio A Culpada de BH, da série As Brasileiras em 2012 e no mesmo ano interpretou maria-chuteira Suelen na telenovela Avenida Brasil de João Emanuel Carneiro. O papel fez enorme sucesso entre a imprensa e o público e a atriz venceu diversas premiações por ele. No início de 2013, protagonizou a minissérie O Canto da Sereia, interpretando uma cantora de axé music.

Ísis chegou a cantar algumas músicas para incorporar a personagem e se inspirou na cantora Ivete Sangalo.

Ísis chegou a cantar algumas músicas para incorporar a personagem e se inspirou na cantora Ivete Sangalo.Fez sua estreia nos cinemas no longa-metragem Faroeste Caboclo, baseado na música da banda Legião Urbana, em que interpreta a protagonista Maria Lúcia. O filme foi considerado uma das maiores bilheterias de 2013 e rendeu a Isis uma indicação ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Em janeiro de 2014, esteve na minissérie Amores Roubados onde interpretou Antônia, uma jovem burguesa que se envolve com um sedutor e protagoniza um triângulo com ele e sua própria mãe. O tamanho sucesso da trama fez com que Isis se tornasse a celebridade mais comentada na mídia brasileira em janeiro do mesmo ano. Também foi destaque no jornal britânico The Guardian em 2014. Nele, foi destacado o sucesso internacional da atriz com sua personagem Suelen na novela Avenida Brasil e titulou a mineira ao posto de atriz mais queridinha dos brasileiros.

Em fevereiro de 2014, Isis é considerada uma das jovens brasileiras mais influentes de 2014, segundo a revista de negócios e economida Forbes. No ranking, a atriz esteve ao lado do jogador Neymar e da cantora Anitta. Ainda em 2014, atua na novela Boogie Oogie, substituta de Meu Pedacinho de Chão no papel da hippie Sandra, vivendo um triângulo amoroso com os atores Marco Pigossi e Bianca Bin. Após Boogie Oogie, ficou 2 anos longe da TV para estudar fora do Brasil e fazer filmes. Retornou às novelas apenas em 2017, dando vida a Ritinha, na novela A Força do Querer. Ela interpretou uma jovem do Pará, que forma um triângulo amoroso com os personagens dos atores Marco Pigossi e Fiuk. Para compor sua personagem, Isis fez aulas de apneia e aprendeu a dançar carimbó, um ritmo típico paraense. Ainda no ano de 2017, Isis lançou a comédia romântica Amor.com, obra protagonizada ao lado do ator Gil Coelho, e a fantasia Malasartes e o Duelo com a Morte, cujo projeto foi transformado num compacto de 3 capítulos e exibido pela Rede Globo como especial de fim de ano.

Tipos de trabalho:

-
Presença vip
- Mestre de cerimônia

AT 09-08