Rogério Ceni

TEMAS


Rogério Ceni



Rogério Ceni, treinador e ex-futebolista brasileiro que atuava como goleiro. Revelado em 1990 pelo Sinop, do Mato Grosso, foi contratado no mesmo ano pelo São Paulo, equipe da qual foi titular de 1997 até 2015.

Sua principal característica foi a lealdade ao clube que serviu por 25 anos ininterruptos, sendo atualmente o jogador que mais vestiu a camisa de um mesmo clube na história do futebol mundial, tendo superado Pelé, que vestiu a camisa do Santos em 1116 jogos, além do norte-irlandês Noel Bailie, que mantém o recorde europeu com 1014 jogos pelo modesto Linfield United, e Ryan Giggs, que disputou 963 partidas pelo Manchester United.

Rogério possui inúmeros outros recordes expressivos, tal como o de maior goleiro-artilheiro da história do futebol mundial (com 132 gols na data de sua aposentadoria), o jogador que mais vezes foi capitão de uma mesma equipe (982 jogos), e também o de jogador que mais venceu por um mesmo clube na história (com mais de 601 vitórias, batendo o recorde de Ryan Giggs, que era de 589 vitórias).

Ficou conhecido pela torcida são paulina como Mito (com variações como M1TO ou mesmo M1T000 como referência aos mais 1000 jogos pelo clube), um apelido criado pelo jornalista Vitor Birner em meados do ano 2000, com reconhecimento pelo espírito profissional, raçudo e comprometido com o clube, apelido o qual, depois das grandes atuações e dos vários títulos importantes ente 2005 e 2008 se popularizou.

Destaca-se por ser o maior goleiro-artilheiro na história do futebol mundial até hoje. Sua precisão nas cobranças, tanto de faltas quanto de pênaltis, fizeram dele, em agosto de 2006, o goleiro com o maior número de gols marcados na história do esporte, superando o paraguaio Chilavert.

Chama a atenção também por ser o jogador com mais vitórias pelo mesmo time, superando o britânico Ryan Giggs, do Manchester United, que possui 589 vitórias. Ultrapassou essa marca no jogo contra o Goiás, em 27 de outubro de 2014, em jogo válido pelo campeonato brasileiro.

As suas palestras são sobre sua trajetória de sucesso que Rogério Ceni se dispõe a falar - e para diversos públicos - já que sua palestra não recorre somente ao futebol.

Ele fala sim sobre seu sucesso e trajetória, porém dá lições que se valem para qualquer pessoa com força de vontade para crescer no âmbito pessoal e profissional, já que esses dois caminhos se entrelaçam e complementam-se.

Para quem não acredita que liderança, motivação, atitude e espírito de equipe não podem ser ensinados e aprendidos, ledo engano.

Essas habilidades podem ser facilmente transmitidas em treinamentos e palestras e absorvidas em nossas ações diárias, ou seja, todos nós somos capazes de crescer e aprender, sempre.

São essas ações que formam a identidade de um líder, e elas, são incorporadas em nosso dia, seja diante das boas situações ou - principalmente - das dificuldades.

Rogério Ceni, palestra sobre o que conquistou ao longo de 17 anos em que atuou no São Paulo Futebol Clube. Independente de times, torcidas e estádios.

Rogério fala sobre suas superações, suas dificuldades dentro do seu local de trabalho, como se relacionar com as críticas, e claro, sobre como um profissional bem sucedido coloca em prática - seja de forma consciente ou não - ações que resultam na sua evolução e progressão do ser humano.

No dia 10 de novembro de 2017, assinou com o Fortaleza para 2018, no ano do centenário do clube. Fez sua estreia oficial no comando do Fortaleza em 17 de janeiro, na vitória por 4 a 0 sobre o Uniclinic, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Cearense. Terminou o Campeonato Cearense com o vice-campeonato após duas derrotas nas finais para o rival Ceará. Na Série B, teve um grande inicio, chegando a liderar o campeonato de forma isolada, conquistando o título simbólico de campeão do primeiro turno. Conseguiu o acesso matemático para a Série A de 2019 na 34ª rodada, após vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Goianiense, fora de casa. Na 36ª rodada, após uma vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, conquistou o título com duas rodadas de antecedência, sendo seu primeiro título oficial como treinador — já havia vencido o torneio amistoso Florida Cup com o São Paulo em 2017. Em 30 de novembro, o Fortaleza anunciou a renovação do contrato de Ceni para a temporada de 2019.

Em sua segunda temporada, ganhou o Campeonato Cearense após vitória nos dois jogos da final sobre o Ceará, conquistando seu segundo título no comando do Fortaleza. Na mesma temporada também foi campeão da Copa do Nordeste, após vencer os dois jogos da finalíssima sobre o Botafogo-PB pelo placar mínimo de 1 a 0, conquistando assim seu terceiro título como treinador e terceiro título seguido no comando do Fortaleza em apenas 6 meses.

Em 11 de agosto de 2019, o Fortaleza confirmou a saída de Ceni para comandar o Cruzeiro, com contrato até o fim de 2020. O treinador estreou pelo clube mineiro com vitória por 2 a 0 sobre o Santos, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Seus Títulos:

1990 - Campeonato Paulista - Categoria Juvenil
1993 - Copa São Paulo (Júnior)
1993 - Campeonato Paulista (Júnior)
1993 - Copa Libertadores da América
1993 - Troféu Cidade de Santiago de Compostela
1993 - Recopa Sul-Americana
1993 - Supercopa da Libertadores da América
1993 - Mundial Interclubes
1994 - Copa Conmebol
1995 - Copa dos Campeões Mundiais
1996 - Copa dos Campeões Mundiais
1998 - Campeonato Paulista
1999 - Copa Euro-América
2000 - Campeonato Paulista
2001 - Torneio Rio-São Paulo
2002 - Copa do Mundo do Japão/Coréia
2005 - Campeonato Paulista
2005 - Taça Libertadores da América
2005 - Mundial de Clubes da FIFA
2006 - Campeonato Brasileiro

Temas de Palestras:

- Competitividade
- Esportes
- Liderança
- Motivação
- Presença Vip
- Treinador
- Qualidade de Vida
- Superação de Desafios / Mudanças
- Futebol

Tipos de Trabalhos:

- Presença VIP

AT 09-09