Camila Achutti

TEMAS


Camila Achutti



 Ela é sócia-fundadora da Ponte21, uma consultoria de inovação e tecnologia que promove a conexão da tecnologia com as pessoas! É influenciadora digital na FIAP, onde está liderando projetos como a Semana da Mulher na Tecnologia e a Maratona de Aplicativos, iniciativa nacional de fomento ao ensino de programação que conta com diversos grandes parceiros do mundo da tecnologia.

Além disso é um das líderes do movimento por igualdade de gêneros no mercado de TI.
Toda essa jornada começou quando fundou o blog aqui, o Mulheres na Computação, no seu primeiro dia de aula, que se tornou a maior referência em português que aborda o gap de gênero na tecnologia.

Visto isso ajudou a trazer para o Brasil dois anos atrás o Technovation Challenge Brasil, desafio de empreendedorismo e tecnologia só para meninas, do qual hoje é Embaixadora.

Formada em Ciência da Computação pela USP e também mestranda pela mesma instituição, estagiou no Google na Califórnia e trabalhou para a Iridescent Learning, ONG americana de educação a distância do movimento maker.

Decidiu voltar para o Brasil e empreender para fazer o que ama: mostrar o poder de transformação da tecnologia e do empreendedorismo.

Seu trabalho como evangelizadora do poder da tecnologia vem sendo reconhecido nacionalmente e internacionalmente, por exemplo com a premiação inédita para uma latina no prêmio Women of Vision 2015 e com a inclusão na lista das 24 mulheres que estão mudando o mundo da revista Marie Claire.

Quer aqui nesse espaço incentivar, discutir, difundir…assuntos relacionados a tecnologia e empreendedorismo. Com um pequeno detalhe: sob a ótica de jovens mulheres!

Eu acho que eu sempre vi na tecnologia uma possibilidade de atingir muita gente, de mudar o mundo de fato, de atingir pessoas. E a tecnologia para mim sempre foi o único jeito que eu tinha de atingir milhares de pessoas. Eu sempre consegui enxergar na tecnologia essa possibilidade e eu acredito no poder de transformação que ela tem. Com a tecnologia, em poucos segundos, você atinge muita gente e consegue chegar em cantos que você não conseguiria. Ela me permitiu ir para Mumbai ensinar meninas a programar. Sem a tecnologia, sem toda as possibilidades que ela oferece hoje, essas meninas iriam ficar totalmente invisíveis. Mais do que elas já são. - Diz Camila

Temas de Palestras:

- Mulheres na tecnologia
- Tecnologia
- Todo mundo pode aprender programação
- Empoderamento Feminino
- Empreendedorismo
- Educação
- Ensinar programação é a nova alfabetização

AT 10-08