Normann Kestenbaum

TEMAS


Normann Kestenbaum



Graduado e pós-graduado em administração de empresas pela Fundação Getulio Vargas.

É consultor. Ensina executivos de grandes empresas a elaborar e conduzir apresentações de trabalho - além de conquistar a atenção da plateia.

Já atendeu mais de 200 clientes de empresas como Braskem, Whirlpool Internacional, Givaudan e Aventis.

Sobre a melhor maneira de driblar situações como a falta de energia elétrica, Kestenbaum é enfático.

O consultor lançou um livro com dicas de como conduzir apresentações - desde uma simples palestra a road shows e renegociações de dívidas. Obrigado pela Informação Que Você não Me Deu!, da Editora Campus-Elsevier, compila os principais ensinamentos que Kestenbaum adquiriu em 12 anos de experiência.

Relata sua experiência profissional de 1995-2007. Utiliza a clareza e agradece sutilmente aos clientes de sua empresa. O tema central do livro visa a qualidade da estruturação e expressão das propostas de valor.

Conforme o autor o grande diferencial competitivo da atualidade está em saber lidar com o excesso de informação, em realizar boas escolhas, e buscar a atenção e a concentração. Menciona que o excesso de escolhas nos coloca em uma situação de desconforto para tomar decisões, isto é, "perda de qualidade das decisões devido a mais decisões em menos tempo.

O livro, estruturado em 14 capítulos, aponta a busca da relevância, concisão e simplicidade são fatores obrigatórios para quem almeja o sucesso na comunicação especificamente a corporativa. E o que isso significa para nós? Consiste em saber compartilhar conhecimentos: relatar o que vivenciamos e adicionar a interpretação, pois conteúdo em excesso se torna totalmente indigesto.

Destaca a importância de atrair a audiência para ajudar a compreender e absorver exatamente a informação a ser transmitida. Enfatiza que o foco seja nas conclusões e nos resultados, pois a audiência quer saber onde chegou e por que e se valoriza a capacidade de estabelecer relevância e interpretação.

Apresenta dicas que envolvem vários aspectos como: emocionais e racionais para se conectar com a audiência, observar a qualidade dos conteúdos relacionados aos fatores tempo e espaço, expressar as idéias com eficiência e simplicidade.

No texto leve e alegre define a informação como dados endossados por relevância e sentido. Explica que a informação interpretada gera conhecimentos.

E o conhecimento vivenciado se torna sabedoria. Apresenta sete etapas para a estrutura fazer sentido: 1 onde você chegou? 2 Sua proposta faz sentido? 3 Só lógica não basta. 4 Como fazer acontecer? 5 Você cumprirá a expectativa de tempo? 6 Há a competência (qualificação) para dar conta do recado? 7 Você olhou para o futuro? Termina a obra apontando para a importância da credibilidade das fontes que devemos consultar.

A leitura é recomenda a todos preocupados com o processo de comunicação na vida profissional. Ou como dizia Ranganathan:poupe o tempo do leitor.

10 regras da Comunicação Objetiva em Negociação:

1 – Entenda que o conceito de tempo mudou. Não é mais ocupado e sim conquistado

2 – Entenda que quantidade não é qualidade

3 – Entenda que esforço não é resultado e que dominar o assunto é obrigação

4 – Entenda que precaução é válido, desde que colocado no seu devido lugar. Tenha backup de tudo, mas só mostre ou apresente se realmente for necessário

5 – Seja conclusivo sempre

6 – Tangibilizar impactos não é descrever meios

7 – Não utilize jargões sem significados

8 – Seja knowledge driven e não data driven

9 – Ofereça fatores de retenção para a audiência

10 – Não dependa apenas da mídia. Utilize mais a cabeça para pensar estratégias e alternativas mais interessantes

Temas de Palestras

- Comunicação Corporativa - Expressão Verbal
- Liderança
- Criatividade e Inovação
- Empresários / Executivos de Sucesso
- Negociação
- Escritores / Autores