Oscar Schmidt

TEMAS


Oscar Schmidt



Oscar Daniel Bezerra Schmidt é um ex-jogador de basquetebol, considerado um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, mesmo sem ter atuado na NBA.

Com 2,05 m de altura, Oscar é considerado o maior pontuador da história do basquete, com 49.737 pontos, superando a marca de Kareem Abdul Jabbar. Este recorde é extraoficial, pois não havia súmulas de todos os jogos de Oscar no Brasil. Seu rendimento em equipes como Sírio e Palmeiras foram calculados através de estudos do jogador com seu biógrafo, o jornalista e escritor Odir Cunha, autor do livro Oscar Schmidt, a história do maior ídolo do basquete brasileiro, lançado em 1996.

Seu número da sorte é o 14, tanto que o usou em 1987, porém em 1990 na FIBA usou o número 6.

Oscar foi nomeado um dos 50 Maiores Jogadores de Basquete da FIBA em 1991. Em agosto de 2010, ele foi incluído no Hall da Fama da FIBA, em reconhecimento ao que jogou em competições internacionais.

Em 8 de Setembro de 2013, Oscar Schmidt entrou para o Hall da Fama de basquete dos EUA "Basketball Hall of Fame".

Tentou uma carreira política através do antigo Partido Progressista Brasileiro, atual Partido Progressista se candidatando a senador pelo estado de São Paulo em 1998, perdendo para o então senador Eduardo Suplicy, encerrando sua curta passagem pela política.

Ele foi selecionado pelo New Jersey Nets na sexta rodada do draft da NBA de 1984, e teve várias outras oportunidades de jogar na NBA, mas recusou-se a todos, a fim de manter seu status de "amador" e continuar a jogar na Seleção Brasileira.

No dia 27 de outubro de 2001, partida entre Flamengo e Fluminense válida pelo Campeonato Carioca, Oscar superou a marca de 46.725 pontos de Kareem Abdul-Jabbar e se tornou o maior cestinha da história do basquetebol ele terminaria a carreira de jogador com 49.737 pontos, destes 42.042 foram marcados pelas equipes em que passou e, 7.695, pela Seleção Brasileira. Este recorde ainda lhe pertence.

Clubes em que atuou:

- Palmeiras
- Sírio
- Juvecaserta
- Pávia
- Forum/Valladolid
- Corinthians
- Bandeirantes
- Mackenzie
- Flamengo

Obstinação e Vitória

Apesar de ainda não ser técnico de basquete, Oscar coordena clínicas para grupos de crianças, de adolescentes ou mesmo de adultos que queiram simplesmente brincar de basquete. Em duas a três horas de oficina, Oscar transmite sua experiência de jogador, conta algumas passagens de sua carreira, conversa com os participantes e depois coloca em prática alguns exercícios bastante agradáveis visando sempre a competição entre pessoas e equipes.

Temas das Palestras:

Trajetória - 1 hora.

Se o horário está apertado essa é a mais indicada. Basicamente trata da trajetória do Oscar.

Obstinação - 1 hora e 30 minutos.

Aqui o Oscar desenvolve sua palestra com base em 5 valores importantes na sua vida: Visão, Decisão, Time, Obstinação, Paixão.

Desafios - É um relato dos maiores desafios da carreira do Oscar e como fez para superá-los.

Liderança e Equipe - 1 hora e 30 minutos.

Os pilares da sua liderança nas equipes que jogou e sua experiência dentro da equipe perfeita em que atuou, a Seleção Brasileira.

Sob Medida - de 4 a 8 horas.

Customizada para o cliente, empresa, escola, entidade, exercícios, Workshop de meio dia a um dia de trabalho.

AT 10-09