Qual a importância do tempo para suas metas e objetivos, pessoais e empresariais?

Qual a importância do tempo para suas metas e objetivos, pessoais e empresariais?


Você sabia que 86% das pessoas não têm seus objetivos e metas declarados e escritos para os próximos 1, 3 e 5 anos? Faço esta pesquisa em todos os lugares do Brasil em que estou presente desde 2009 e com públicos diferentes.

Por outro lado, identifiquei que de todas as pessoas que escrevem e declaram seus objetivos e metas, 67% delas atingem o sucesso. Sendo assim, o nome do jogo é mudança de comportamento, disciplina e diligência.

Minha ideia com este curto texto é poder auxiliá-lo (a) e apoiá-lo (a) a desconstruir crenças limitantes no que tange a gestão do tempo, e que não te deixam sair do lugar, em direção de onde está à realização de seus sonhos. Caminho que pode te levar àquele lugar desejado, seja como empreendedor (a) ou como pessoa física.

Se você é do tipo que quer mudar de vida, gosta de desafios, quer ter metas definidas e tirar os sonhos da gaveta. É o tipo de gente que está cansada de ficar patinando no mesmo lugar, mas que tem coragem para mudar, então você é o tipo de gente que precisa ler este artigo até o final.

Então, Qual a importância do tempo para suas metas e objetivos, pessoais e empresariais?

Sete são os recursos essenciais que sustentam as metas e os objetivos, todos eles são escassos e super limitados. Muita gente não presta atenção nisto quando começa a pensar e construir seus objetivos e metas. Tempo, recursos humanos, financeiros, máquinas e equipamentos, infraestrutura, sistemas e informações e matéria prima.

Dentre esses recursos, o tempo é o principal, pois é o único que é irrecuperável. Todos os demais são. Inclusive o recurso humano pode ser recuperável, como por exemplo, se você ficou doente, mas melhora. Claro que em caso de morte não há o que ser feito.

Mas, nesse momento, quero falar exclusivamente sobre o recurso tempo. Pessoas de alta performance e que alcançam resultados superiores em suas metas e objetivos medem seus dias em minutos.

Não sei se você sabe, mas eu e você temos somente 1440 minutos de vida por dia, nada mais e nada menos, por isso que costumo dizer que o que não se mede não se gerencia. Medir o tempo é crucial, para que seu negócio, e você, prosperem.

O IBGE divulgou no ano passado que a média de expectativa de vida do nosso povo é de 75,5 anos, agora imagine que um a pessoa durma 8 horas por dia, isto significa dizer que ela dormirá cerca de 25 anos de sua vida, credo!!!

Se eu ou você tomamos dois banhos diários de 20 minutos cada por dia, significa que passaremos cerca de 2,8% do dia embaixo do chuveiro. Cuidado! Sua vida pode estar indo pelo ralo e você não está percebendo.

Claro que não estou afirmando que isto seja ruim ou bom, aliás, se você gerencia seu tempo, você pode até definir dormir 12 horas num dia, tomar uma ducha de 50 minutos, sei lá, o problema será seu. O que não se pode fazer é repetir isto todos os dias sem gerenciar; afinal o que não se mede não se gerencia.

O recurso tempo, na definição de objetivos e metas é crucial, o tempo compõe uma das partes quantitativa de um objetivo. Para definir objetivos e metas atingíveis é preciso saber direitinho quanto tempo tem para realização deles e quanto tempo será necessário investir para realiza-los.

O tempo, então, é essencial para que um objetivo ou metas sejam atingíveis e realistas.

Gerir o tempo tem a ver com uma mudança de comportamento incrível, saber que se tem 1440 minutos de vida por dia e começar a gerir seus dias e sua vida com este mind-set, ou seja, com este novo modelo mental, é ter a certeza que isto fará toda diferença. Posso garantir, pois isto fez e está fazendo a diferença para mim na gestão pessoal e empresarial.

Se você quer ser um empreendedor (a) de sucesso deve saber que a sua disciplina e diligência com a gestão do tempo serão imprescindíveis. Algumas atitudes são importantes sim, tais como força de vontade, alegria, foco, além das duas já citadas são algumas delas, mas gerir o tempo é importante. Portanto, meu primeiro desafio para você é: faça uma tabela de sua rotina e depois outra com a agenda da semana, e você verá um resultado imediato em sua qualidade de vida.

Comece listando aquelas tarefas que são imprescindíveis, como por exemplo, acordar, levantar, almoçar, tomar café, etc. Posteriormente faça uma lista de tarefas importantes que são aquelas que possuem prazo para serem feitas; elas são importantes para nós, não para os outros; são tarefas que nos dão prazer em serem executadas e sempre geram resultados positivos.

Depois faça uma lista de tarefas urgentes que são aquelas que surgem sem que sejam previstas. São aquelas tarefas que, por não terem sido cumpridas no prazo, deixaram de ser importantes para se tornarem urgentes. Não há mais tempo, então se estabelece a pressão, a correria e o estresse.

Por ultimo uma lista de tarefas circunstanciais que são importantes e urgentes para os outros, não para nós; são atividades feitas em excesso e que roubam nosso tempo; são tarefas realizadas contra nossa vontade ou que aceitamos porque não sabemos dizer “não”. Esse tipo de tarefa não traz resultado algum e gera frustração.

Se você não tem agenda, alguém terá agenda para você em seu lugar.


TEMAS