Aplicativos móveis e produtividade no trabalho

Aplicativos móveis e produtividade no trabalho


Aplicativos móveis e produtividade no trabalho
Uma série de apps disponíveis podem ajudá-lo a se tornar mais eficaz...

É inegável que hoje em dia quase todo mundo precisa lidar com tarefas diárias cada vez mais complexas e em maior número. Consequentemente, alcançar produtividade no trabalho passou a ser um baita desafio para quem busca atingir uma boa performance.

Ao mesmo tempo, milhões de pessoas acessam aplicativos via tablets ou smartphones diariamente. E não pense apenas no WhatsApp, afinal você pode fazer uso de apps para as mais diferentes finalidades, como acessar notícias, receber informações meteorológicas, acompanhar como anda sua saúde em tempo real, ler dicas de economia, editar fotos e vídeos etc.

Aliás, o desenvolvimento dos aplicativos móveis ganhou tanta força que a Windows Phone Store passou a ter em 2014 quase duas vezes mais apps do que tinha em 2013, de acordo com a própria Microsoft. O número passou de 155 mil para 300 mil.

Diante de tantas opções, será que alguns deles podem nos ajudar a otimizar o tempo?

A organização dos compromissos, tarefas e rotinas afeta a produtividade pessoal diretamente, por isso se você procura um aplicativo que seja seu aliado para essas questões, vale a pena pesquisar mais sobre o Neotriad, CloudOn, Clear, Documents To Go, Team Viewer e Evernote.

Agora, se você precisa melhorar a comunicação com seus contatos, ou até mesmo com a sua equipe de trabalho, talvez o GoToMeeting, Yammer, Webex, TigerText, Brewster ou Viber possam lhe ser úteis, tornando os processos mais ágeis e simples.

Para quem precisa aprimorar a gestão de relacionamento com os clientes, simplificar o seu canal de vendas ou mesmo acompanhar em tempo real o andamento das negociações conduzidas pela equipe de vendas, pesquise sobre os apps Agendor, ZoeMob, Pipedrive, PixSell, Zoho CRM e Flow. Para esse tipo de trabalho, controles e informações sempre atualizadas e disponíveis fazem uma diferença enorme.

Além desses, há uma infinidade de outros aplicativos disponibilizados gratuitamente – como a própria agenda do Google –, ou que exigem um investimento bastante irrisório, quando analisamos seu potencial custo-benefício. E por que será que, assim mesmo, a maior parte dos profissionais ainda não utiliza apps para ajudá-los a realizar suas tarefas no dia a dia?

Muita gente ainda acredita que gestão do tempo é coisa que se pratica com relógio, lápis e papel. Entende que produtividade pessoal está ligada ao mundo analógico e à capacidade de se virar nos trinta. Ignora que hoje em dia é muito mais fácil se tornar produtivo utilizando ferramentas digitais que estão à disposição de todos.

Algumas dessas pessoas argumentam que esta onda dos apps fez com que o ser humano ficasse dependente da tecnologia e devemos concordar que alguns ficaram mesmo, afinal muita gente passa o dia todo no WhatsApp – e, quase sempre, inutilmente. Só que não vamos culpar a ferramenta; o problema está em quem não sabe utilizá-la a seu favor.

Por outro lado, duvido que você encontre algum taxista que queira voltar àquele tempo em que só podia contar com seu mapa surrado, uma memória que às vezes falhava e a crença de que os clientes telefonariam. Eles levantam as mãos para os céus depois que o GPS e o Waze apareceram. E nós, clientes, também.


TEMAS